Apresentação

DCFN


“Um dos principais papéis reservados à educação consiste, antes de mais, em dotar a humanidade da capacidade de dominar o seu próprio desenvolvimento.” Jacques Delors, 1996.

Encontra-se muito generalizada a ideia de que o conhecimento é hoje o recurso mais importante de uma nação, mais do que o petróleo, o ferro ou qualquer outro recurso natural. Sabe-se que a capacidade de um aluno entrar e progredir num novo mercado de trabalho depende cada vez mais da sua capacidade de adquirir, processar, comunicar e aplicar informação. Ora, este conjunto de competências só pode ser conseguido através de um processo de ensino-aprendizagem que se baseie nos quatro pilares em que assenta a Educação: “aprender a conhecer”, “aprender a fazer”, “aprender a viver juntos” e “aprender a ser”, equilíbrio que só é possível se houver a compreensão das Ciências, das relações entre elas e das suas implicações na Sociedade.

Os conhecimentos de Química e Física são essenciais para a compreensão de uma infinidade de fenómenos naturais, da constituição e transformações da matéria, às transferências de energia, da microscópica divisão celular à astronómica explosão de uma estrela e à formação de planetas, como a Terra. Entretanto, o estudo da história do nosso planeta, da sua estrutura, dos materiais que o compõem, dos processos da sua transformação e da sua configuração espacial são do âmbito da Geologia. Esta, sendo uma das ciências da Terra, permite-nos entender melhor o ambiente em que vivemos, articulando-se (nas Ciências Naturais do ensino básico, ou na Biologia e Geologia do ensino secundário) assim com a Biologia que, sendo a ciência da vida, debruça-se sobre as características e o comportamento dos organismos, a origem de espécies e indivíduos, e a forma como estes interagem uns com os outros e com o seu ambiente. Desta interação faz parte um conjunto de ações que podem ser mais ou menos facilitadoras do equilíbrio individual, coletivo e do próprio planeta, e neste contexto a Educação Física promove a adoção de comportamentos saudáveis, fazendo a ponte entre as dimensões física, mental e emocional do ser humano.

“Não é da natureza das coisas que um único homem faça uma súbita e violenta descoberta; a ciência avança passo a passo e cada homem assenta no trabalho dos seus predecessores... Os cientistas não estão dependentes das ideias de um único homem, mas antes da combinação da sabedoria de milhares de homens.” Lord Rutherford

 

c a b IMG_1190[1] IMG_1184[1] IMG_1189[1] IMG_1185[1] IMG_1186[1]